ÍNDICE DE ABSENTEÍSMO ACEITÁVEL NAS ESCOLAS.

Sala de aula sem professorSala de aula sem professor

Absenteísmo é a ausência de profissionais em sua função, que gera perda de horas para a empresa. Chegar à redução de absenteísmo depende de vários fatores.

Mas antes de tudo, a gente precisa entender qual é o nível de absenteísmo aceitável nas escolas.

Isso varia de Escola para Escola, mas a maioria dos departamentos de RH considera que 2% ao mês é o limite do aceitável referente à ausência de profissionais docentes.

O nível de absenteísmo impacta diretamente na produtividade de uma escola. Quando o percentual de ausência é muito grande, a escola sentirá imediatamente o resultado negativo desse desfalque.

 

Redução de absenteísmo nas escolas

 

É comprovado que a ausência de um professor pode tornar o dia de uma escola bem conturbado. Para a maioria das funções. É possível deslocar outro funcionário para cobrir, ainda que não seja feita com a mesma excelência de um especialista.

Mas substituir um professor é um pouco mais delicado. Ainda que quem vá assumir a aula seja outro profissional da mesma área, o fato de que o professor eventual vai quebrar com o ritmo da sala é inegável.

Os alunos estão acostumados com o professor, e as aulas são montadas seguindo uma linha de raciocínio: estuda-se uma coisa para chegar a outra.

Com a aula sendo passada repentinamente a um professor eventual, os alunos tem sua educação comprometida, e podem, inclusive, demonstrar desinteresse pelo assunto tratado nesse dia por outro profissional.

Reconhecendo esse problema, algumas escolas acabam tomando medidas para tentar conter ausência de professores.

Assim como em outras empresas, os problemas de saúde lideram o motivo de absenteísmo dos professores.

Muitos professores apresentam problemas como rouquidão ou perda temporária da voz por conta do esforço para conversar com uma sala grande, por exemplo, e acabam se ausentando por conta do problema.

O problema da ausência de professores tem se tornado tão acentuado, que algumas escolas chegam a oferecer bônus aqueles que comparecem com mais comprometimento as aulas.

Outras opções são:

  • Conversar:

Dialogar sempre com o professor que acaba se ausentando mais é muito importante. Entender o que esse profissional passa e porque tem se afastado da escola é muito importante para chegar a uma solução que leve a redução de absenteísmo.

 

  • Oferecer suporte de saúde:

Algumas escolas também têm optado por essa estratégia, oferecendo atendimento psicológico ou mesmo um fonoaudiólogo para auxiliar nos problemas mais corriqueiros.

Assim os professores são orientados a fim de prevenir certos males, e são acompanhados quando isso inevitavelmente acontece.

Enquanto cria estratégias para a redução de absenteísmo, os gestores de uma escola também devem se preparar para que as aulas sejam cumpridas de maneira menos prejudicial aos alunos.

Preparar atividades que estejam de acordo com os assuntos abordados, manter professores efetivos e eventuais em contato, e pensar em materiais que sejam relevantes para os alunos são algumas das opções para tornar essa ausência menos impactante.

Para que ocorra uma redução de absenteísmo de professores é necessário que os gestores se mantenham atentos as necessidades dessa classe.

Além das questões de saúde ou demais assuntos pessoais, os professores também acabam se afastando para ocupar outros cargos quando são selecionados em processos.

Essa rotatividade acaba gerando desfalques preocupantes e que necessitam de atenção e cuidado para manter as atividades educacionais nos conformes, sem prejudicar a evolução das salas de estudantes.

 

Ambiente de trabalho saudável: a melhor arma contra a ausência de profissionais

 

professor frustrado 

A promoção de ambientes saudáveis de trabalho é a melhor maneira de fazer com que profissionais não se ausentem de suas funções.

Dentro de uma escola, é importante que o bom ambiente seja promovido inclusive como uma forma de incentivar a boa convivência entre os alunos.

Portanto, a direção e toda sua equipe devem trabalhar para que funcionários de todas as áreas tenham relações saudáveis e consigam manter um dialogo com suas lideranças.

A redução de absenteísmo entre professores é função de todos aqueles que atuam com esse profissional. Claro que a maturidade e o profissionalismo contam (e muito!) para que a o professor mantenha uma frequência saudável.

Mas reconhecer também que outros elementos podem ter relação com a ausência de um professor é importante para conseguir remediar e gerar assim uma redução de absenteísmo.

Se você é gestor, dono de uma escola e quer reduzir o nível de absenteísmo, e ainda reduzir os custos gerados pela contratação de professores substitutos. Nós podemos te ajudar. Clique no banner abaixo e saiba mais.