Como combinar três grupos alimentares na Lancheira do seu Filho

Todo ano é sempre a mesma dúvida: como montar uma lancheira saudável para o seu filho? Através de dicas e informações de alguns especialistas, nós conseguimos elaborar todo esse conteúdo que poderá lhe ajudar.

Sempre que dá a hora de levar as crianças para escola, é a mesma correia. Infelizmente nem sempre sobre tempo para separar lanches que são realmente nutritivos a ponto de garantir que o seu filho poderá comer nesse período fora de casa.

É claro que alguns momentos, a criatividade para montar a lancheira também chega ao fim. Os lanches repetidos começam a cansar até mesmo a criança, que simplesmente não aguenta mais comer sempre os mesmos alimentos.

Acontece que montar uma lancheira saudável é mais fácil do que você imagina, desde que as medidas certas sejam tomadas.

Você está vendo com dificuldade para montar uma lancheira saudável? Saiba que essa mesma situação é vivida diariamente por outros milhares de pais e mães.

Quer aprender tudo sobre uma lancheira saudável? Então continue acompanhando mais sobre esse assunto e garanta que seu filho vai poder ter uma alimentação melhor. Boa leitura!

Como fazer uma lancheira saudável: algumas informações que poderão ajudar você

Não existe nada melhor do que se organizar! Em primeiro lugar, organize a sua agenda. Não há necessidade de deixar tudo para a última hora, se você pode ir se ajeitando com calma.

Além de preparar os alimentos com uma certa antecedência, também será possível congelar alguns outros.

As lancheiras térmicas, por exemplo, são uma ótima opção, pois elas acabam permitindo outras alternativas de alimentos para você.

Para conseguir ter uma lancheira saudável é fundamental combinar três grupos alimentares em especial:

  • Construtores

Proteínas como iogurte, queijos, leite e carnes como o frango ou o atum.

  • Reguladores

Frutas, verduras e legumes.

  • Energéticos

Carboidratos como biscoitos, pães e bolos.

Toda essa combinação foi organizada por especialistas no assunto.

Um outro ponto que é muito importante ressaltar, é que comer bem e de maneira saudável faz parte de uma cultura que começa em casa. Não adianta nada os pais acharem que seus filhos vão comer lanches saudáveis na escola, se em casa eles se alimentam mal.

Resumindo: os adultos devem ser exemplo!

Se você deseja que o seu filho se alimente bem, é importante começar mudando a sua alimentação também.

De nada adianta querer fazer uma criança comer uma fruta, enquanto o adulto está se alimentando de um lanche gorduroso, por exemplo.

Antes de dar início ao planejamento da lancheira saudável, confira as seguintes dicas:

Criança Bebendo suco Saudável - medmais

  • Para beber

Os sucos sempre acabam criando uma série de dúvidas. Até porque é bem difícil mate-los naturais de verdade, muitos acabam perdendo os nutrientes principais e até mesmo o gosto.

Para evitar esse problema, é bem simples. Existem algumas frutas que possuem a velocidade de oxidação bem menor do que algumas outras, como a acerola, goiaba, abacaxi o maracujá.

É claro que depois de algumas horas, o suco perde boa parte das suas vitaminas, mas ainda é uma opção melhor do que a versão industrializada ou um refrigerante, por exemplo.

Para transportar o suco e mantê-lo bem armazenado, o mais ideal são as garrafas térmicas. Principalmente em época de calor, é importante manter o suco em uma temperatura mais baixa.

Normalmente, o suco de frutas pode ser consumido até 3 horas depois de ter sido feito.

Uma outra opção que talvez possa lhe ajudar também, são os sucos de polpa, como o de uva que é vendido em mercados ou supermercados.

Atualmente existem alguns sucos de caixinha, que são integrais e também são uma opção saudável. É importante ficar de olho em todas as informações do rótulo para ter certeza de aquele produto em especial é de fato saudável.

Os sucos de caixinhas devem ser livres de acidulantes, corantes, sódio e principalmente açúcar.

Como você já deve saber, muitos são os sucos de caixinha que possuem altas doses de açúcar, por isso é bom ficar bem atento.

  • Esqueça os embutidos

Os embutidos são bem práticos, isso nós temos que concordar, mas infelizmente um sanduíche feito com frios pode não ser tão saudável assim.

O peito de peru e o presunto, por exemplo, são processados e contam com corantes, conservantes, realçadores artificiais de sabor e uma quantidade alta de sódio.

Esses embutidos fazem com que a criança se acostume com o excesso de sal e isso pode desencadear uma série de problemas a longo e até mesmo curto prazo.

A hipertensão pode ser um dos principais problemas. É interessante evitar esse tipo de alimento sempre que for possível.

  • Tente sair um pouco do óbvio

O seu filho não anda comendo alguns alimentos da lancheira? Você já pensou em começar a variar um pouco?

É normal que diante de toda a vontade de montar uma lancheira saudável, os pais acabem dando preferência por uma banana ou maçã. Essas frutas são práticas sim, mas com o tempo acabam enjoando o paladar da criança.

Tente alternar com melão, morango, manga, melancia e afins. Deixe tudo já picadinho e um potinho completamente vedado. Assim será possível agradar o paladar do seu filho e ainda diversificar o cardápio.

  • Uma sobrinha

Quem foi que disse que sobra é algo ruim? Seu filho comeu algo no jantar que dá para ser armazenado para o dia seguinte? Economize tempo e garanta a lancheira saudável do outro dia.

O milho é um alimento que pode ser aproveitado. Além de ser uma opção bem nutritiva.

  • Toda semana, um patê diferente

Os patês são ótimas opções para rechear os sanduíches. Você poderá fazer patê de queijo cottage, ricota, creem cheese e muito mais.

Para fazer é bem simples, coloque os ingredientes no processador e pronto.

Se você armazenar o patê em um pote bem fechado e na geladeira, é possível utilizar ele de segunda, até sexta-feira. Na hora de montar o lanche, faça um embrulho no papel-alumínio, isso vai garantir que o sabor será conservado.

  • Pão de qualidade

As bisnaguinhas fazem um verdadeiro sucesso com as crianças e com os pais mais apressados também. Mas existe uma opção ainda melhor: pães de cenoura ou de mandioca.

É fácil de encontrar esses pães em grandes supermercados, por exemplo. Eles também possuem um formato pequeno, que garantem a aceitação das crianças.

  • Lanches alternativos

Para completar ainda mais a lancheira saudável, é possível contar com alguns lanchinhos alternativos para serem beliscados ao longo do dia.

Você poderá colocar mix de cereais e castanhas, frutas desidratadas. Coloque tudo em um saquinho e pronto!

  • Bolo mais saudável

Os bolos são excelentes fontes de carboidrato. De preferência para os que são fabricados com a menor quantidade de farinha branca possível. Você poderá fazer ou encontrar opções deliciosas, até mesmo de chocolate.

  • Iogurte

O iogurte é uma ótima fonte de proteína, mas infelizmente estragam fácil demais. Você pode armazenar o mesmo no freezer e um pouco antes do horário da escola, colocar na lancheira. Até o horário do recreio chegar, o iogurte já terá descongelado.

Agora você já possui todas as informações necessário para montar uma lancheira saudável, por isso não perca mais tempo quebrando a cabeça. Escolher lanches rápidos sim, mas sempre pensando na saúde do seu filho.

Preparamos também uma oficina especial, onde nossa nutricionista dá mais dicas sobre alimentação saudável e ainda apresenta uma cartilha desenvolvida especialmente a pedido dos pais. Quem participa da oficina ganha a cartilha. Assista ao vídeo abaixo.